varzinhaemfoco

Livros dão alma ao universo, asas para a mente, voo para a imaginação,
e vida a tudo
”. (Platão)

MENSAGENS

Histórias que ouvi

Você que acessa o nosso site, participe de um resgate da história de nosso povoado e comunidades vizinhas. Envie-nos histórias, textos diversos, fotos antigas, relatos ou qualquer informação sobre a história e formação da localidade de Varzinha. Participe e ajude-nos a incrementar o nosso site.
Envie para:
udirleibc@hotmail.com


Santo do Dia



Visitante

contador




Blogs Parceiros




Mandacaru: A planta do sertão

Em 23 de março de 2014

Compondo a família das cactáceas, o mandacaru é uma das plantas que representa o povo nordestino. Sua maior ocorrência se dá na região nordeste do país, onde seu nascimento e de suas flores simboliza o “fim da seca” em áreas muito áridas. A planta chega a atingir cinco metros de altura e o tipo de mandacaru que não apresenta espinhos é utilizado para alimentar animais. Porém, a variedade mais comum é conhecida pela sua enorme quantidade de espinhos. Para utilizá-la na alimentação do gado é necessário cortar ou queimar a parte espinhosa. Outra característica marcante do cacto é sua alta resistência durante o longo período de seca que atinge a região.

Da espécie de mandacaru que apresenta mais espinhos nascem flores brancas, de grande beleza e que chegam a atingir cerca de trinta centímetros de comprimento. Na maioria das vezes, os botões destas flores surgem no período da primavera e cada uma delas costuma durar por apenas uma noite, desabrochando no período noturno e murchando no começo da manhã.

A polpa do mandacaru é branca e apresenta pequenas sementes pretas. É bastante utilizada na alimentação por seu sabor, sendo útil para pessoas e aves da caatinga. Seus frutos são de uma coloração violeta forte.

A identificação do mandacaru com o povo nordestino e sua cultura não está somente relacionada aos períodos de estiagem. Por apresentar características como durabilidade, adaptabilidade e beleza, é comumente identificado com o povo nordestino no folclore popular por sua resistência em áreas de difícil sobrevivência.

A identificação do mandacaru com o povo nordestino e sua cultura não está somente relacionada aos períodos de estiagem. Por apresentar características como durabilidade, adaptabilidade e beleza, é comumente identificado com o povo nordestino no folclore popular por sua resistência em áreas de difícil sobrevivência.



Que mistério ela tem!

Em 8 de novembro de 2013

O acauã é uma ave falconiforme da família Falconidae. Conhecido aqui em nossa região com Cauã. Seu canto dá origem ao seu nome “acauã” e é repetido seguidamente durante alguns segundos. No folclore varzinhense, particularmente, esta ave faz presente de forma intensa. Dentre as muitas crendices trazidas por nossos antepassados uma das mais presentes está relacionada a tal ave.

Ave misteriosa com um canto funesto, repetitivo que, segundo algumas pessoas trata-se de um aviso: Ou o clima vigente se transformará ou alguém da região virá a óbito. Já ouvi algumas pessoas dizerem que se alguém matar esta ave não viverá mais que um ano. Verdade? Mentira? Prefiro não arriscar.